cloud9 overwatch league

Estamos no tempo de pausa entre duas duas temporadas da Overwatch League (OWL). A primeira temporada terminou com a vitória dos London Spitfire e a segunda está para começar em 2019. Antes desta nova temporada começar, as contas dos jogadores são verificadas para garantir que são “puras” e que a liga não vai estar a compactuar por desconhecimento de causa com comportamentos ilegais e, para a Blizzard, existem muitos comportamentos ilegais.
Através da Overwatch League, a developer castigou 7 jogadores:
Damon “Apply” Conti (Florida Mayhem), Kelsey “Colourhex” Birse (Boston Uprising), MinKi “Violet” Park (Hangzhou Spark) e Shilong “Krystal” Cai (San Francisco Shock) foram suspensos por darem boost a outras contas. O castigo dos três primeiros jogadores mencionados incide em 2 jogos ao passo que para Krystal o castigo recebido foi de apenas um jogo mas o seu caso pode ser pior a longo prazo. O jogador acabou de chegar à OWL como um produto da expansão da competição, pelos Spark. A suspensão no primeiro jogo da Liga significa que a equipa terá que usar um suplente e se, por ventura, este suplente impressionar poderá deixar de o ser.
Resultado de imagem para Shilong "Krystal" Cai
Se-Hyun “Neko” Park, que representa os Toronto Defiant, foi outro dos jogadores suspensos. Com um castigo de três jogos, Neko é acusado de boosting, partilhar a sua conta e obstrução à investigação. Pela ausência de clarificação proveniente da OWL, não se sabe em que moldes foi feita a dita obstrução à investigação, ao ponto de agravar com mais um jogo a sua sanção. suspenso durante os três primeiros jogos da segunda temporada da liga, Neko encontra-se numa situação semelhante à descrita para Krystal tendo a agravante de mais dois jogos de suspensão que o jogador da equipa chinesa.
boosting é um serviço negativo e que as developers tentam combater de um modo bastante sério. Na Coreia do Sul, inclusivé, os serviços de boosting são considerados crime punível com multas superiores ao equivalente coreano de 15,000€ e até dois anos de prisão.
Riku “Ripa” Toivanen, dos Los Angeles Gladiators, está impedido de jogar os primeiros cinco jogos da segunda temporada da OWL por dar throw a jogos e por toxicidade. A integridade pessoal e competitiva são valores muito importantes para a Blizzard e principalmente desde que iniciou o projecto da Overwatch League, sendo que estas sanções são dadas depois de uma análise caso-a-caso. Daí este ser o castigo mais severo.
Por fim e, provavelmente, sem grandes repercussões de maior peso a longo prazo, Won-Jae “Rise” Lee, atleta dos Guangzhou Charge, foi multado em $1,000 por partilhar a sua conta.
Estes castigos foram anunciados na estreia da página de rastreio de disciplina dos jogadores da Overwatch League.
Lê as últimas novidades dos esports aqui.

TÓPICOS

, ,
PUB