guerri
Fotografia: ESL

O treinador da equipa de CS:GO brasileira da FURIA, Nicholas “guerri” Nogueira, está autorizado a voltar a competir ao lado da equipa após cumprir o castigo aplicado pela ESIC.

Em setembro de 2020, a ESIC emitiu um comunicado onde suspendeu um número elevado de treinadores devido à utilização de um bug de espectador que permitia a aquisição de informação durante o jogo que não era pretendida e que dava uma vantagem injusta à sua equipa.

No entanto, guerri colaborou com a investigação, defendeu-se e recebeu apenas 4 meses de suspensão pelo sucedido, estando agora livre de voltar a competir com a equipa. A organização cumpriu a suspensão do treinador da forma pedida, pelo que decidiu também continuar com os serviços do mesmo.

No entanto, guerri pode estar sujeito a outra punição por parte da VALVE, após ter sido emitido um comunicado pela produtora em que a suspensão de futuros Majors está dependente do número de irregularidades cometidas no passado – o treinador brasileiro poderá ser suspenso por 5 Majors.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB