ESIC

A Esports Integrity Commission aplicou neste sábado uma multa de $10,000 à Team Vitality, equipa que violou os regulamentos da ESIC no dia 21 de Janeiro.

Em causa estão os acontecimentos da partida disputada entre Vitality e Liquid para a BLAST Premier Global Final na passada quinta-feira e também do 2º mapa diante da Complexity no mesmo evento.

A competir nas instalações da Vitality, foi possível visualizar nas câmeras da equipa uma área de lounge onde uma televisão ligada continha a transmissão oficial da BLAST, algo que não é permitido pela ESIC.

Após rever os materiais que lhe foram fornecidos, a Esports Integrity Commission afirma que não detetou intenções maliciosas e que a equipa não obteve vantagem nos seus jogos, optando por não desqualificar a mesma mas sim multar em $10,000.

Esta sanção é igual à que foi aplicada à equipa da MIBR na Flashpoint S2 pela B Site, mantendo em prova os franceses que defrontam mais logo a Astralis por um lugar na grande final. No comunicado oficial, o CEO da Vitality também se pronunciou sobre os acontecimentos.

Nicolas Maurer afirma que a televisão sempre esteve disponível para os visitantes e que a sua localização é controversa, afirmando ser um erro deles e que aceitam a multa. Prometendo mais cuidado no futuro, a organização pede desculpa e afirma que a integridade competitiva não pode ser colocada em causa.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

TÓPICOS

, ,
PUB