Overwatch Chengdu Hunters
Fotografia por: Overwatch League

A presença do Overwatch 2 na China chegou ao fim com a falha de um contrato de licença entre a Netease e a Blizzard.

Os problemas para a Overwatch League continuam a chegar e agora há equipas sem acesso ao jogo. O acordo entre a Netease e a Blizzard para a distribuição dos seus jogos não chegou a bom porto para uma renovação e os seus jogos deixaram de ser jogáveis a partir da China.

Apesar dos problemas desta renovação já serem conhecidos desde novembro, ainda se esperava que o acordo entre as duas empresas chegasse a bom porto. Infelizmente para os jogadores chineses de títulos como Overwatch 2 e World of Warcraft, o fim do acesso chegou hoje, dia 23 de janeiro.

Não só os jogadores casuais perderam acesso aos jogos como também os jogadores profissionais sediados na China. A Chengdu Hunters lançou até um Tweet (acima) onde se despede dos seus fãs.

Há quatro equipas chinesas que ficam agora numa situação delicada dada a falta de acesso à sua plataforma para treinar e disputar a maior liga de Overwatch. Hangzhou Spark, Chengdu Hunters, Guangzhou Charge e Shanghai Dragons estão sem respostas quanto ao seu futuro. A estas quatro equipas junta-se a Los Angeles Valiant que tinha a sua base de operações na China.

Ainda não há uma data de regresso da liga que já moveu a data limite para as organizações apresentarem as suas equipas para o dia 13 de março. A data original era dia 1 de março.

Este é mais um problema para a direção da liga resolver depois de ter sido revelado que um grande número de equipas franchisadas preparam uma ação conjunta contra a mesma.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB