Google Stadia

O serviço de streaming da Google, o Stadia, recebeu a sua sentença final e tem os dias contados.

Phil Harrison, Vice-Presidente e diretor do Google Stadia e cara deste projeto desde o seu lançamento, foi o escolhido para dar a mensagem.

O serviço lançado em março de 2019 prometia ser uma revolução na forma como os jogadores viam o ato de jogar. Com capacidade de Ultra HD e 60 FPS em Cloud Gaming, queria trazer a alta qualidade de jogo a todas as plataformas.

Infelizmente para a Google, toda esta tecnologia não chegou para convencer os jogadores. O serviço chegará ao fim no dia 18 de janeiro de 2023.

Todas as compras de hardware, jogos e expansões/DLCs, serão pagas de volta aos utilizadores pela Google, prevendo ter cerca de metade de todas as devoluções cumpridas até meados de janeiro.

A empresa reforça, contudo, que a tecnologia que criou não será desperdiçada e poderá transcender o mundo dos videojogos. A companhia vê várias formas como esta tecnologia pode ser utilizada no YouTube, Google Play e realidade aumentada, bem como para outros parceiros da indústria.

No gaming, a Google garante que irá continuar a investir com o desenvolvimento de novas ferramentas e tecnologias.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

TÓPICOS

, ,
PUB