Activision Blizzard

A Activision Blizzard está sob fogo devido a vários escândalos sexuais.

Segundo informações da Bloomberg, cerca de 1.500 trabalhadores e ex-trabalhadores assinaram uma carta aberta contra as respostas da empresa a um recente processo judicial da qual foi alvo. Os trabalhadores chegam mesmo a apelidar a resposta da empresa de “aberrante e insultante“.

A companhia Norte-Americana é o foco de um processo induzido pelo Departamento de Direito à Habitação e Emprego da Califórnia. Este processo indica vários casos de assédio sexual e discriminação e também fomentação de uma cultura de fraternidade colegial misógina, entre outros.

Em resposta ao processo, várias caras da empresa, entre elas a Frances Townsend Diretora Executiva no grupo ABK, disseram que o processo é distorcido, pintando uma imagem errada da empresa e factualmente incorreto para além de datado e fora de contexto. Isto acionou imediatamente os alarmes sociais e vários trabalhadores, atuais e antigos, têm vindo a público confirmar as acusações feitas pelo CDFHE.

Na carta aberta é reivindicado um pedido de seriedade no tratamento destas alegações e um pedido de compaixão para com as vitimas. É ainda pedida a demissão Frances Townsend dada a natureza das suas declarações.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB