sAw

A equipa portuguesa sAw alcançou durante a tarde a qualificação para o próximo torneio RMR da Valve, a DreamHack Open Fall 2020, após derrotar Movistar Riders por 2-1.

Depois de uma derrota frente a Sprout durante o dia de ontem, sAw caiu para a bracket inferior, onde acabou por defrontar Movistar Riders por uma das tão desejadas vagas na competição de $115 000.

A fase de vetos ditou que Vertigo, Overpass e Inferno seriam os mapas disputados, numa série que foi decidida no derradeiro. Um bom ínicio pela equipa portuguesa garantiu o 1-0 após um 16:12 em Vertigo, deixando a pressão em cima do quinteto da organização espanhola. No entanto, Movistar Riders respondeu categoricamente e fechou o segundo mapa por 16:9, fazendo o 1-1.

sAw alcança um dos principais objetivos de qualquer equipa, a qualificação para um evento RMR. Fotografia: Inygon

Todas as decisões ficaram para Inferno, onde se assistiu a um mapa extremamente bem equilibrado. Apesar de um mau início em ambas as metades por parte da equipa portuguesa, esta conseguiu a recuperação por duas vezes e acabou mesmo por vencer pela vantagem mínima, 16:14, fazendo o 2-1.

sAw garantiu assim a presença na DreamHack Open Fall 2020, torneio que se realiza de 15 a 25 de outubro e qhue conta com o apoio da Valve – este irá premiar pontos de qualificação para o eventual próximo Major de CS:GO, não sendo ainda conhecida a data devido à atual pandemia mundial.

Por uma questão de seeding, sAw irá ainda disputar um encontro frente ao derrotado do jogo entre North e Sprout para disputar o 2º lugar do qualificador fechado, amanhã às 18:00.

PUB