LPLOL

Um jogador do Boavista FC Esports foi hoje penalizado por declarações discriminatórias na sua conta Twitter. O atleta axadrezado proferiu declarações homofóbicas que vão contra as regras da Riot Games e da WGR LPLOL.

Oleg “Drifter” Ralchenko, ex-Reat1vo, foi hoje envolvido em polémica que envolveu comentários homofóbicos visando o comentador do LEC, Daniel Drakos. O jogador do Boavista FC Esports violou pontos descritos nos Artigos 77º e 78º.

O conselho de Arbitragem da WGR LPLOL tomou conhecimento desta conduta e aplicou uma penalização ao jogador. A decisão final foi de que a publicação é “ofensiva, discriminatória e homofóbica, violando a própria liberdade de expressão”.

A penalização será de uma suspensão de 4 jogos ao jogador, faltando 6 para terminar a temporada de primavera. O clube será ainda autuado com uma multa no valor de 100€ seguindo as diretrizes das ERL’s Riot Games. Todo o comunicado pode ser consultado aqui.

Na sequência desta polémica, também o treinador da FTW Esports sofrerá uma penalização de 1 jogo de suspensão devido à sua reação a umas das publicações de pedia penalização do jogador acima mencionado. sK violou, segundo o Conselho de Arbitragem, o Artigo 77º por um comportamento reprovável e ofensivo. Esta decisão pode ser consultada aqui.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB