Chopper, Team Spirit
Fotografia: ESL | Stephanie Lieske

A portuguesa SAW perdeu esta segunda-feira frente à Team Spirit em jogo de cortar a respiração, deixando escapar a vitória na Thunderpick World Championship Europe Series 2.

Com os três mapas a serem decididos no limite, a Spirit conquistou o prémio máximo [$20,000] do torneio que deu acesso à Thunderpick World Championship.

A série abriu com SAW a defender em Overpass, mas a entrar tarde na partida. Depois de abrir com o 0-6, a equipa portuguesa conseguiu recuperar e saiu para a segunda parte a perder pela margem mínima.

A equipa russa entrou em falso no segundo tempo e o jogo acabou por equilibrar até uma sequência dominadora de seis rondas para o quinteto de “chopper“. Os warriors ainda lutaram até ao fim mas sucumbiram no 30.º ponto.

O filme repetiu-se em Vertigo, com a equipa de SAW a protagonizar um T Side de bom nível. Ainda assim, o 8:7 no fim da primeira parte não deu o conforto ao quinteto português que também não arrancou bem a defender.

Spirit começou com cinco pontos consecutivos e apenas uma recuperação heróica permitiu nova reviravolta mas desta para fechar o 16:14 para o seu lado.

Para decider restou Ancient, onde SAW até entrou melhor e garantiu o controlo inicial. Alguns erros contra rondas de armamento inferior permitiram à equipa russa recuperar e sair para a segunda parte a perder apenas por 9:6.

Com o jogo a poder cair para qualquer um dos lados, foi novamente Spirit a beneficiar de vitórias em rondas cruciais para a sua economia. O 15:15 imperou e no overtime o conjunto russo foi mais forte para fechar o 19:16.

SAW terminou a competição na segunda posição e arrecadou um prémio de $5,000, além da presença no torneio principal – Thunderpick World Championship 2023.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB