SAW

O terceiro e último dia da LVP Unity Cup terminou com a vitória da SAW frente a Movistar Riders por 2-1, carimbando a passagem para a BLAST Premier Spring Showdown.

O dia de hoje viu acontecer ambas as meias-finais e a grande final. Num jogo sem grande história, Movistar Riders eliminou Case com vitórias em Train por 16:9 e em Overpass por 16:10, avançando para a grande final.

Seguiu-se um autêntico derby nacional entre OFFSET e SAW – um jogo que apenas foi resolvido em overtime no terceiro mapa apresentou-se como um hino ao CS:GO nacional, mas no fim das contas foi mesmo a equipa de Renato “stadodo” Gonçalves que avançou para a grande final.

Com uma vaga na BLAST Premier em jogo, a grande final abriu em Inferno, onde foi necessário um duplo overtime para se encontrar o vencedor – 22:20, e SAW adiantou-se na série.

Mirage, a escolha de Movistar Riders, apresentou-se novamente como um mapa equilibrado, sendo necessário outro overtime para o resolver. A equipa da organização espanhola acabou por forçar um terceiro mapa ao fechar por 19:17.

Vertigo, o mapa decisivo da série, acabou por ser o único desequilibrado da série, e aquele onde a equipa portuguesa se apresentou superior e rapidamente fechou a grande final por 16:5.

Com esta vitória, SAW garantiu o triunfo na LVP Unity Cup, a presença na BLAST Premier Spring Showdown e $25.000 de prémio. A competição internacional irá decorrer de 13 a 18 de abril, contando com equipas como Astralis, G2, FURIA.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB