Riot Games

A Riot Games chegou a um acordo para por fim a uma processo de discriminação sexual na empresa.

Um processo já de 2018, que estava ainda por resolver contra a Riot Games, iniciado por um grupo de empregadas da empresa foi agora fechado. A Riot Games chegou a um acordo com as autoridades competentes do estado da Califórnia em que irá pagar uma quantia de 100 milhões de dólares, algo como 71 milhões de euros, a milhares de empregados.

Cerca de $80 milhões serão utilizados para pagar a um total de 2365 mulheres que trabalharam na empresa, seja por contratos de curta duração ou empregos a tempo inteiro. Este acordo de valores irá compensar empregadas a partir de 6 de novembro de 2014 que sejam elegíveis a receber esta compensação. O restante valor será para pagar taxas legais que ficam ao encargo da empresa criadora do League of Legends.

Para além da avultada quantia acordada com as autoridades e lesados, a empresa irá rever as práticas institucionais e promete estar mais atenta às suas responsabilidades com a inclusão e igualdade na indústria. Será ainda criado um novo fundo, que contará com $6 milhões por ano, durante os próximos 3 anos, para financiar projetos e iniciativas que visem lutar pela igualdade, inclusão e diversidade na empresa e na indústria como um todo.

No comunicado emitido em final de 2021, a Riot Games reforça ainda que “Apesar de se sentirem orgulhosos do que fizeram desde 2018 [data de inicio do processo], têm de assumir a responsabilidade dos erros do passado.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

TÓPICOS

,
PUB