OFFSET MLP Master League Portugal
Fotografia por: Fraglíder/Miguel Pinto

É o fim de uma era no Counter-Strike nacional – a OFFSET comunicou a suspensão da sua divisão dedicada ao FPS por tempo indeterminado.

A decisão da organização bracarense surge após uma reflexão da mesma sobre o estado do CS:GO português, afirmando que “não estão reunidas atualmente condições para a sua continuidade no cenário nacional de CS:GO”.

Inaugurada em 2017 com um projeto de Nuno “BhT-” Silva, a OFFSET iniciou uma aposta mais forte logo no ano seguinte com a contratação do quinteto composto por membros ex-Alientech e ex-Hexagone, tornando-se numa referência.

Ao longo dos anos, a entidade foi casa de jogadores como Ricardo “fox” Pacheco, Tiago “JUST” Moura, Renato “stadodo” Gonçalves e muitos outros com história na modalidade, cessando agora a sua atividade neste cenário dos Esports.

No seu comunicado, a organização afirma que é inequívoco o forte investimento que realizou em prol da profissionalização, destacando o seu Training Center, Residência, recursos humanos especializados e condições financeiras acima da média.

Sobre a decisão tomada, a direção da OFFSET revelou que se sente defraudada com a “leviandade com que viu destruídos e boicotados projetos que tentou implementar, quase sistematicamente, temporada atrás de temporada sem perspetivas de melhoria num futuro próximo”.

Reconhecendo que também ela errou e que compreende que outros o façam, a organização portuguesa reforça que existem príncipios básicos pelos quais se pauta e não abdica, sendo eles “a lealdade, o caráter, o compromisso e o respeito pelo próximo, entre outros”.

Com efeito, a OFFSET vai deixar o cenário após somar múltiplas conquistas, estando entre elas os bicampeonatos da ESC Online Master League Portugal e ESL Masters. A nível internacional, a direção realçou ainda as participações em provas como a Moche XL Esports e FiRELEAGUE.

Esta decisão representa uma baixa de peso para o CS:GO nacional e acrescenta uma incógnita à próxima temporada da liga operada pela E2Tech, detendo uma das seis vagas na fase regular.

Sobre o futuro, a organização bracarense mencionou que continuará a acompanhar o cenário de CS:GO e que poderá surpreender no futuro com “algo diferenciado”.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

TÓPICOS

,
PUB