iem katowice, katowice

A ESL revelou esta terça-feira o alinhamento dos jogos do Play-In para a IEM Katowice 2022.

Os primeiros confrontos colocam frente a frente, entre outros, Astralis e MIBR ou Complexity e BIG. Os GODSENT de “TACO” e “felps” vão defrontar a MOUZ, com a estreia de “NBK-” depois de uma pausa de vários meses.

Apesar das atualizações no lineup de Wisla Kraków – com as entradas de “snatchie” e “Sobol“-, o duelo com NIP também será um dos cabeças de cartaz desta fase, com a situação clínica de “dev1ce” a deixar uma incógnita relativamente ao quinteto da equipa sueca.

Recorde-se ainda que este Play-In conta com a participação da Sprout em substituição da Tyloo, devido a restrições ligadas à pandemia de Covid-19.

As partidas – em double elimination bracket – vão decorrer nos dias 15 e 16 de fevereiro com as equipas que vencerem dois jogos a avançarem para a fase de grupos. A estas equipas juntam-se depois quatro equipas da lower bracket.

Os duelos do Play-In são:
Ninjas in Pyjamas vs Wisla Kraków
Copenhagen Flames vs fnatic

GODSENT vs MOUZ
Sprout vs FaZe

OG vs Renegades
ENCE vs Entropiq

Complexity vs BIG
Astralis vs MIBR

Previsão do talento:
O comentador/analista “PIKA” deu a sua opinião sobre os grupos/jogos inaugurais da prova:

– Equipa(s) que pode(m) surpreender?
“O primeiro grande caso de surpresa, pode ser a equipa de Wisla. Provavelmente vão encontrar a NIP sem Dev1ce, ainda que não esteja confirmado. Apesar de jogarem em várias frentes e terem sofrido alterações recentes, em 15 séries perderam apenas quatro, sendo talvez uma das mais surpreendentes a vitória contra os brasileiros da Fúria por 16:6 e 16:8. Por outro lado, a Entropiq, mantendo o nível que apresentou no final de 2021, deverá ser uma equipa que entrará no top 8”.

– Equipa(s) que pode(m) desiludir? 
“Com as más prestações apresentadas na BLAST Premier: Spring Groups, a Astralis poderá ser a equipa que mais vai desiludir nesta prova. Os dinamarqueses realizaram alterações no lineup mais cedo do que as restantes equipas, mas as recentes trocas de roles tiraram-lhes essa vantagem. Embora o primeiro duelo seja contra MIBR, onde são considerados favoritos, poderão sentir dificuldades”.

– Jogadore(s) chave?
“‘El1an‘ será um dos jogadores a ter em conta. ‘Smooya‘ pode também ser um desses jogadores, pois é o elemento comum à boa forma da Fnatic. A forma de “syrseN” no último torneio da BLAST acaba por nos deixar de água na boca para o que aí pode vir”.

– Análise:
“A GODSENT foi uma surpresa negativa no Major e ainda não há registos oficias da equipa brasileira neste início de ano. Tendo em conta que têm pela frente a MOUZ, que sofreu alterações e conta agora com o regresso à competição de “NBK-” e “torzsi“, há também muita curiosidade para acompanhar o primeiro oficial de ambas as equipas”.

“O confronto entre ENCE e Entropiq pode facilmente ser um dos mais equilibrados desta fase. Do lado de ENCE, equipa que alcançou o #7 no ranking mundial e conta com a adição de “Maden“, não sabemos bem o que esperar. Já por parte de Entropiq, uma das surpresas do final de 2021, continuam este ano a apresentar consistência e um ritmo competitivo bastante mais elevado do que o seu adversário”.

“Os BIG arrancaram o ano com boas prestações, com “sirseN” a ser o homem em destaque, enquanto Complexity tem somado maus resultados, apesar de terem adicionado “junior” e “Grim” ao seu lineup. Com maior ou menor dificuldade, acredito que BIG vai acabar por vencer Complexity e chegar à fase de grupos”.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB