Riot Games League of Legends

A Riot Games revelou que o código fonte do League of Legends e do TFT foram roubados num ciberataque.

O ciberataque já remonta à semana passada mas a Riot Games continua a trabalhar nos efeitos do problema. Depois de ter confirmado que as informações pessoais dos utilizadores não foram obtidas pelos hackers, a empresa refere agora que outras informações importantes relativas aos seus jogos foram roubadas, nomeadamente o código fonte de jogos como o League of Legends e o Teamfight Tactics.

A equipa do jogo que está a tratar do ataque revelou que há agora a possibilidade de novos cheats emergirem. Confirmam também que este código dá aos hacks acesso a vários conteúdos experimentais que poderão agora surgir na internet, mas avisa que todo este material é protótipo e não há confirmação de que algum dia venha a ser lançado.

A Riot Games está a trabalhar com forças policiais para acelerar a investigação ao ataque e encontrar o grupo responsável.

Foi também comunicado que o grupo de hackers não identificado enviou hoje um email com a exigência do pagamento de um resgate, que a empresa garante que não pagará.

Desde o ataque que a equipa de desenvolvimento abrandou o trabalho nas novas atualizações, tendo lançado o Patch 13.2 em duas fases, com a primeira já lançada e a segunda a ser lançada no dia 26 de janeiro. Também o ASU da Ahri foi atrasado para que a equipa se foque na segurança do jogo e só deverá ser lançado com o Patch 13.3, no dia 8 de fevereiro.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB