Saltar ligações

Lisboa Games Week 2016 – Playoffs do 2º split da LPLOL

Por Jorge Botas em

Após 2 meses, 7 jornadas, preparação intensa, finalmente chegara a hora de Doxa, FTW, Team Alientech e K1ck de provar quem iria ocupar o trono da 2ª split da LPOL 2016.

K1ck, ao vencer 14 jogos consecutivos na fase regular, conseguiram garantir o 1º lugar e por isso o acesso direto à final do evento.

Team Alientech em 2º lugar apenas com uma derrota face aos K1ck. A FTW garantiu o 3º lugar com 13 pontos e Doxa Gaming Prime, em 5º lugar, alcançam os playoffs após o anúncio da incapacidade dos uPRO em poder participar.

Para apimentar ainda mais estes playoffs, tinha acabado de sair um dos patches mais impactantes de todo o ano, o patch 6.22 – Assassin’s update. Este trouxera alterações a vários dos assassinos que andam longe do spotlight da meta atual como Talon e LeBlanc e trouxe também, de forma a proteger mais eficientemente os ad carries, mais ferramentas para potenciar os heals e shields dos supports. Para além disso, foi ainda adicionado uma nova Key Stone às masteries , em resposta à remoção da Key Stone Strenght of Ages, a Courage of the Colossus. Uma mastery que acabaria por definir mais a meta do que propriamente as alterações aos champions assassinos e , com a ajuda dos novos e melhorados shields e heals, foram o grande fator em destaque ao longo de toda a LGW.

 

FTW vs DOXA
Jogo 1lplol2x760
FTW optou por banir toda a champion pool confortável do Bacacórnio, obrigando-o a partir uma pick de LeBlanc que ele apenas tinha “experimentando” em SoloQ, pelo que a sinergia em equipa acabou por não ter o melhor desfecho. FTW conseguiu garantir um draft sólido com power picks de Maokai, Vayne e Lee sin onde Kyuuga neste Lee sin, esteve irrepreensível acabando o jogo com score de 8/0/6 e com uma kill participation de 82%.
Jogo 2
Doxa a partir de um champion Select com uma equipa focada em tirar o maior proveito da Courage of the Colossus ( Nova mastery ) com Nautilus top e Vi jungle. No entanto, o show do Lee sin do Kyuuga ainda não tinha terminado. Apesar dos Doxa terem conseguido estar à frente durante a maior parte do jogo, com picks constantes conseguidas por Vi, Thresh e Jihn, a partir do momento em que a FTW consegue garantir uma teamfight 5 contra 5, vira completamente o rumo do jogo e consegue fechar de forma convincente.

 

Alientech vs FTW
Jogo 1

lplol7x760
Aziado pegou em Leblanc e com ajuda do Crusher, conseguiu dar snowball da midlane todavia, essa vantagem não foi convertida em vitória. Após um mau dive da Team Alientech na botlane onde o jogo virou de figura, a FTW soube aproveitar este erro para nunca mais largar a vantagem onde Kyuuga, desta vez a jogar com um support Jungler Ivern, esteve presente em todas as kills da sua equipa, entre shields e arbustos até à vitória, contabilizando um score perfeito de 1/0/17.

Jogo 2
Apesar do constante engage do Joo e Xaky, a FTW não conseguiu combater com o longo range do Twitch e o burst do Viktor. Mesmo após terem estado muito perto de acabar o jogo, bastou uma teamfight perfeita por parte da AT para relançar o jogo. O Twitch tornou-se um ameaça com a qual eles não conseguiam lidar e o Viktor explodia com os carries da FTW em todas as teamfights. Vitória para os AT.

Jogo 3
Kyuuga volta a apostar pela 3ª vez consecutiva na pick do Ivern mas desta vez o AFM pegou numa pick com um range muito superior ao da Vayne, a Jinx. Com a proteção de shields do Kyuuga de Ivern e do Joo na Karma, a frontline de Maokai era impossível de ultrapassar, dando assim tempo suficiente para o AFM dizimar por completo a equipa dos AT que, apesar de ter criado no early game alguma vantagem para o Aziado na sua Syndra, não consegui chegar à final.

Kick vs FTW
Jogo 1

lplol5x760
Apesar do cansaço, a FTW chegou as finais cheios de força mas quando o Joo pegou num support, que não tinha shields e o Define com uma mastery que não lhe ajudava a tankar, o AFM não conseguiu manter a performance anterior pois as garras dos K1ck, apesar de não apresentarem o plantel a que estamos acostumados, conseguiram chegar aos pontos fracos da sua composição e conseguiram arrecadar uma vitória.
Jogo 2
À entrada para este jogo, a FTW mudou a sua estratégia por completo, voltando à meta que lhes tinha dado vitórias durante todo o dia. Um engage forte por Zac, um burst absurdo por parte da Miss Fortune e um damage per second (DPS) inigualável da Cassiopeia foram os ingredientes apresentados pela FTW para este 2º jogo. Os K1ck apostaram muito no splitpush do Trundle mas devido a alguma falta de experiência e de sinergia pelos restantes quatro membros da sua equipa, este fator não foi decisivo o suficiente para lhes alcançar a vitória.

Jogo 3
Neste terceiro jogo Portugal estava em êxtase , os K1ck tinham perdido o primeiro jogo após 14 vitórias consecutivas. Passado 6 horas de jogo a FTW não desistia, tudo no seu arsenal tinha sido usado e agora era uma questão de força de vontade e garra. Os K1ck sabiam disso e tiveram de dar ao Mini o Corki para se sentir confortável e dar tempo suficiente à Tristana do Kepe. Minuto a minuto, as duas equipas faturavam kills e objectivos mas nada parecia mudar e, apesar da FTW chegar aos 30 minutos com 10 kills de vantagem, a economia das duas equipas era igual. Passo a passo os K1ck aguentavam a barragem preste a explodir para que o Kepe se transformasse no que toda a comunidade sabe que ele é: Uma máquina destruidora. No fim do dia, apesar de a FTW ter lutado durante horas, no trono permanecem os K1ck.

Lisboa lplol final3

Após o fim da Lisboa Games Week, os lugares ficaram definidos para a Grande Final na Comic Con Portugal. K1ck garantiram a presença direta na final (qualificação direta) e FTW que conseguiu conquistar 2º, fica à espera do vencedor entre Team Alientech e Doxa Gaming Prime que vão disputar o 3º e 4º lugar na LPLOL 2016 .
Será difícil fazer previsões de resultados para a Grande Final mas os pontos principais a ter em conta são:
– Será que a estreante equipa Doxa vai conseguir dar o salto que precisa para estarem ao nível das restantes equipas finalistas?
– Será que a team Alientech vai conseguir fazer uma melhor adaptação a este patch?
– Será que os Kick vão conseguir continuar a ser a equipa imortal de League of Legends portuguesa?
Pois ao longo destas duas splits já os vimos sangrar duas vezes às mãos da For the Win.

Texto de Alexandre “Archarom” Maia e Gonçalo “BombNuker” Miguéis