zerozone

A espanhola ZEROZONE está de regresso ao cenário nacional e ao Counter-Strike, assegurando os serviços do antigo projeto da Golden Gaming.

A organização que iniciou 2020 a ser representada por um quinteto espanhol começou a atravessar a fronteira no final de março com a aposta em Miguel “rlz” Martins, seguindo-se João “krush” Abraão e Bruno “lwh” Cardoso, este último enquanto stand-in.

Agora maioritariamente portuguesa, a equipa ibérica manteve-se junta até finais de junho quando seguiu caminhos distintos, chegando mais tarde o projeto de Pere “sausol” Solsona para ocupar o seu lugar, incluíndo Gilberto “raveN” Vieira como analista.

Depois de uma temporada promissora onde se qualificou para a Master League Portugal VI (ficou muito perto de atingir a Final Four) e a ESL CS:GO Masters VIII (onde disputou as finais), a ZEROZONE deixou o CS:GO no início de novembro.

Mais de meio ano desde a decisão surpreendente, a organização espanhola regressa ao FPS da Valve com um quinteto a disputar a ESEA Intermediate S37 e que se qualificou para todas as etapas do OMEN WGR Retake S2 e LVP Unity Cup S1.

A ZEROZONE estará representada por:

Bruno “suka” Meira
Fábio “Pluribus” Falcato
Guilherme “MrXyo” Mota
Daniel “sp1kz” Leonardo
Pedro “aLVES” Alves

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

TÓPICOS

PUB