Splatoon 3

O Splatoon 3 está mesmo a chegar e o fim de semana gratuito de teste foi um sucesso esperado. A RTP Arena aproveitou este evento para se lançar à luta e o novo Splatoon não desiludiu.

A nova iteração da saga de tiros da Nintendo esteve disponível entre quinta-feira e hoje e permitiu aos jogadores experimentar este novo mundo. Durante a maior parte do tempo a Splatsville, o novo HUB comunitário do jogo, esteve disponível para ser explorada pelos fãs que se inscreveram.

Muitas das funcionalidades estavam desabilitadas mas deu para perceber que este será o ponto central de todo o jogo. Nesta zona podemos interagir com outros jogadores, adquirir novos itens, equipar a nossa personagem e poderá servir como base para o revelado modo single player que não estava disponível nesta versão.

O ponto central do Splatfest World Premiere, nome do evento de apresentação, foi o desafio mundial que permitia pintar os primeiros terrenos esta temporada. Todos os jogadores tiveram de escolher a sua equipa: Pedra, Papel ou Tesoura.

Durante o dia de sábado, entre as 9 horas e as 21 horas, todos os jogadores combateram no modo Turf War para conquistar pontos para a sua equipa. O modo Turf War é o mais conhecido do Splatoon, onde oito jogadores são divididos em equipas de 4 e devem pintar o máximo terreno de jogo possível com a sua cor, tentando impedir os adversários de fazer o mesmo.

O jogo continua divertido como sempre e é complementado por visuais refinados e uma banda sonora que promete deixar-nos sempre em sentido de ação. As costumizações são um dos focos deste novo título, permitindo-nos editar totalmente as nossas “lulas”, complementadas por uma enorme lista de armas diferentes que oferecem play styles e habilidades únicas, adaptadas ao nosso modo de jogo.

Com o tema das equipas definido pelo Splatfest, ao jogarmos este modo estavamos a pintar o terreno com a cor da nossa equipa, no nosso caso, equipa azul (Pedra). Feitas as contas, venceu mesmo a equipa Pedra mas venceu também a Nintendo pela forma como estão a tentar reanimar a série.

O jogo está mais envolvente e a vida que Splatsville traz quebra a barreira que os primeiros jogos criavam onde o jogo servia como um simples HUB para disputar duelos. Agora, Splatoon aparenta estar preparado para desenvolver um sentido de comunidade, mantendo o combate fiel às suas origens, mais fluído, mais vivo e cada vez mais caótico.


O Splatoon 3 será lançado oficialmente para a Nintendo Switch no dia 9 de setembro. O jogo está disponível para pré-reserva na loja oficial da Nintendo a 59,99€.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB