BLAST Rising

O primeiro terço da fase de grupos terminou na BLAST Rising 2021 com cinco equipas a seguiram para os Playoffs da competição.

No Grupo A, LDLC e Club Brugge discutiram o 1º lugar após vitórias tranquilas sobre UMX e Sangal, acabando os franceses por prevalecer numa série que teve os três mapas disputados mas todos eles de sentido único.

Os turcos da Sangal sofreram para derrotar a UMX e voltaram a encontrar a equipa da região Benelux, dando mais luta desta vez. O 16:12 favorável em Dust2 não foi suficiente, cedendo o Nuke e Mirage por 19:16 e 16:08 respectivamente.

Com a Sangal a aguardar adversário na primeira fase do Play-In, o Grupo B arrancou ontem com a Galaxy Racer a assegurar o 1º lugar após superar a Tricked por 2-0 e a AGO por 2-1, este último BO3 bastante disputado e com direito a reviravolta.

Em duelo dinamarquês, a Tricked cumpriu e afastou a Astralis Talent sem perder qualquer mapa, conseguindo alcançar os Playoffs da BLAST Rising ao surpreender a AGO em Nuke (16:14) e Mirage (16:11), cedendo entre jogos o Inferno por 16:06.

A valer um lugar nos Playoffs do torneio com $30,000 em prémios, a x-kom AGO não teve grandes problemas para superar a Sangal na 1ª fase do Play-In dos 3ºs lugares, atingindo o seu 1º objetivo com triunfos por 16:11 e 16:08 em Nuke e Inferno.

Os turcos ainda não estão eliminados e vão ter mais uma oportunidade de seguir em frente no dia 17 de maio. Amanhã começa o Grupo C a partir das 11:00 com SKADE, Spirit Academy, MAD Lions e ALTERNATE aTTaX.

Estas são as equipas já confirmadas na próxima fase:

LDLC Club Brugge Galaxy Racer
Tricked x-kom AGO

A OFFSET vai estar a representar o cenário português na BLAST Rising a partir do dia 10, estando inserida no Grupo D onde se irá estrear frente à Apeks, jogo agendado para as 14:00 com transmissão na RTP Arena.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.

PUB