Saltar ligações

StriveWire fecha sem aviso; fica a dever aos jogadores

Por RTP Arena em

A conhecida plataforma de torneios Strivewire fechou sem qualquer aviso. Esta era uma das plataforma preferidas dos jogadores de Hearthstone e era tida em boa conta, pelo menos, junto dos jogadores portugueses.

Um aviso no website diz “Temos estado a trabalhar na StriveWire durante os últimos anos com toda a nossa paixão e entusiasmo para criar a melhor plataforma de Esports do mundo. Infelizmente não conseguimos adquirir tracção e financiamento suficientes para atingir um tamanho decente. Já nos candidatámos à insolvência e parámos a actividade. Não conseguimos fazer nenhum pagamento de momento. Estes começarão assim que a insolvência estiver finalizada. Isto poderá durar algumas semanas ou meses.

O website mudou de domínio há apenas alguns meses para “1vs1.gg” e, agora, simplesmente anuncia que vai fechar. De acordo com uma investigação feita pelo Dot Esports, a dívida da empresa alemã para com os utilizadores da plataforma pode estar na ordem dos milhares de euros. Em Portugal são vários os jogadores afectados. Daqueles com quem falámos, tinham créditos virtuais no website em ordens superiores à meia centena de euros e alguns chegavam mesmo a superar a centena.

A situação parece já arrastar-se à imenso tempo. De acordo com a experiência de um jogador a quem prometemos anonimato, começou a contactar a StriveWire por causa de alguma dezenas de euros que tinha na conta do website à cerca de um ano e nunca recebeu qualquer resposta aos seus emails ou pedidos de pagamento.

Legalmente, a empresa alemã pode nem ter que pagar nada aos jogadores que tinham saldo positivo na sua conta, segundo nos foi dito por um advogado de profissão. Tudo depende dos termos e condições que os utilizadores concordaram aquando da criação das suas contas. Ainda que os utilizadores tenham acesso a determinada conta(s), eles podem não ser os donos das mesmas, tal como se verifica com a aceitação dos termos e condições quando é criada uma conta na Battle.net ou na Riot Games. Estas duas empresas são donas de todas as contas criadas nos seus websites ainda que quem as criou faça uso das mesmas.

Um antigo empregado da StriveWire diz, também, que a empresa nunca aparentou ter problemas financeiros e que nunca teve os seus salários em atraso.

O desaparecimento da plataforma de torneios é um grande golpe na comunidade de Hearthstone. Esta era uma das principais formas de iniciação de jogadores menos experientes ao mundo competitivo, permitindo-lhes ter algum retorno pela sua prestação no torneio. É, de facto, de lamentar que algo assim suceda com uma plataforma que parecia ser tão

Lê as últimas novidades dos esports aqui.