Saltar ligações

LPHS – Resumo Jornada 6

Por RTP Arena em

Prestes a chegar à Taça de Portugal de Hearthstone ainda houve tempo para encaixar uma jornada da Liga Portuguesa de Hearthstone (LPHS). A competição apresentou a sua sexta etapa distribuida pelos dois dias da semana.

No primeiro dia, o primeiro jogo colocou edmvyrus, da For The Win Esports, contra riccg2, da MYOB Gaming. Sem deixar o riccg2 respirar, o edmvyrus venceu três jogos “sem espinhas”. Os baralhos de Warlock, Hunter e Shaman derrotaram os de Shaman, Priest e Druid do jogador da MYOB. Este resultado consolidou o primeiro lugar de edmvyrus que vai num bom caminho para repetir o feito atingido nos Summer Games tendo já presença garantida nos playoffs da LPHS.

O segundo jogo desta jornada colocou werlin, da EGN, frente-a-frente com Ignite, da For The Win Esports. Foi o jogador de vermelho e preto que venceu o seu primeiro jogo, de Shaman contra Priest. Na tentativa de aumentar a vantagem, Ignite opta por avançar com o seu Druid e werlin manteve o Priest. No final de contas, acabou por se manter o resultado. Ignite voltou a vencer e encontrava-se a uma partida de conseguir, para si, um 3-0 importante. werlin mudou de baralhos após duas derrotas e conseguiu com que o seu Shaman se superiorizasse ao Druid do jogador da FTW. No derradeiro jogo, o Druid do Ignite venceu o Hunter do jogador da EGN. Com esta vitória, Ignite aproximou-se da fase final da LPHS.

Estes jogos podem ser revistos no video-on-demand em baixo:

Para arrancar o segundo dia da sexta jornada, Ginger da For The Win Esports estava do lado oposto do campo de Reliquary, jogador da Equinox Gaming. No primeiro jogo da série, ambos os jogadores escolhem abrir de Rogue mas foi o do Reliquary que acabou por triunfar. Ginger não se ficou e, vinga-se no Druid do jogador dos Equinox com o seu Rogue. No segundo mirror match da série, ambos os jogadores avançam de Warlock mas, desta vez, quem levou a melhor no espelho foi o Ginger que, com duas vitórias, estava a mais uma de igualar o edmvyrus no topo da tabela. Assim fez. Ginger venceu o terceiro jogo consecutivo e o quarto da série de Hunter contra o Druid do Reliquary.

O jogo que fechou a jornada colocou a FTW contra a Grow uP. Rapture contra Tiësta. Foi o Tiësta que começou melhor este jogo que seguiu toda a distância, ao vencer de Paladin o Warlock do Rapture. O jogador da FTW não tardou em reestabelecer o empate ao vencer de Paladin contra o Rogue do jogador uPiano e, logo depois, colocou-se na frente com o seu Warlock, novamente, contra Rogue. Tiësta decidiu não mudar pela segunda vez seguida e viu-se num mirror match que poderia ter sido o seu fim mas o jogador dos uP conseguiu vencer o Rapture e empatar tudo a 2-2 para “a negra”. Este jogo decisivo acabou por cair para o lado do Tiësta. Rapture está, assim, fora dos playoffs da LPHS e Tiësta sobrevive para lutar mais uma vez. A sua participação – ou não – nos playoffs apenas ficará confirmada na última jornada consoante o seu resultado contra o Ignite.

Depois destes quatro jogos, a classificação ficou neste estado:

A LPHS regressa na próxima semana no horário do costume. Vais poder acompanhar todas as jogadas nos próximos dias 21 e 22 de Novembro no nosso canal da Twitch. Segue a Liga Portuguesa de Hearthstone no Facebook para não perderes nenhuma novidade sobre a competição!

Lê as últimas novidades dos esports aqui.