Saltar ligações

Alterações no Hearthstone de Maio – O que muda?

Por RTP Arena em

A Blizzard anunciou mudanças a algumas das cartas mais proeminentes do Hearthstone, tanto em Standart como em Wild. Vamos olhar para elas.

Naga Sea Witch

enUS_NagaSeaWitch_HS_Body_LW_600x316.png

A primeira carta de que vamos falar é a Naga Sea Witch. Esta carta ganhou popularidade desde a separação das cartas do Hearthstone em dois formatos base: Standard e Wild. Foi neste último que a Naga Sea Witch começou a brilhar juntamente com os vários gigantes disponíveis no jogo. A habilidade da Naga Sea Witch permitia que o campo de jogo ficasse cheio de gigantes de um turno para o outro, relativamente cedo no jogo. A alteração do custo de mana de 5 para 8 impede que este flood da board aconteça tão cedo e dá, então, hipotese a outros tipos de baralho de brilhar.

Spiteful Summoner

enUS_SpitefulSummoner_HS_Body_LW_600x316.png

A Spiteful Fummoner é uma carta que definiu um arquetipo de baralho no modo Standard. Os baralhos de Spiteful Priest e Spiteful Druid estiveram na ribalta da vertente competitiva deste jogo e baseavam-se em baralhos cujos spells eram apenas – ou na grande maioria – de custo alto. Isto, com a Spiteful Summoner, permitia que quando esta carta fosse jogada revelasse um spell de custo alto do baralho e, por sua vez, invocasse um minion do mesmo custo causando um grande impacto no tabuleiro de jogo e dando uma vantagem enorme ao jogador activo. A mudança para de 6 para 7 de mana torna estes arquétipos inevitavelmente mais lentos mas é, de todas as alterações que falamos hoje, provavelmente a que causa menos impacto no jogo e é possível que se continue a ver Spiteful decks na vertente competitiva do Hearthstone.

Dark Pact

enUS_DarkPact_HS_Body_LW_600x316.png

O Dark Pack era uma das cartas mais populares do Hearthstone, aliada a baralhos de Warlock na sua vertente de controlo. Esta carta era frequentemente associada a outra que falaremos já de seguida, o Possessed Lackey. A combinação destas duas cartas permitia ir buscar um demónio poderoso – com foco no Doomguard ou Voidlord -mais cedo do que o normal ou sem quaisquer repercussões. Por apenas 6 de mana, o jogador que as controlasse poderia ter uma presença ameaçadora no campo ou, ainda, uma parede difícil de ultrapassar ao mesmo tempo que acabara de se curar por 8 pontos de vida. A alteração desta carta de 8 para 4 de vida recuperados não impede necessariamente que esta carta deixe de ser jogada. Porém, os jogadores que a utilizem terão que ser muito mais cautelosos ao usar os seus Life Taps visto que não conseguem recuperar tanta vida com esta carta como antes.

Possessed Lackey

enUS_PossessedLackey_HS_Body_LW_600x316.png

O Possessed Lackey foi, até agora, o motor de jogo das iterações mais recentes de Control Warlock e Cubelock. A carta permitia ir buscar um minion forte ao baralho mais cedo ou sem qualquer consequência nelas prevista. A carta era frequentemente jogada em combinação com o Dark Pact para que o jogador activo pudesse recuperar alguma vida perdida, tradicionalmente, pelos Life Taps que usa até atingir este ponto do jogo. A alteração de 5 para 6 de mana impede que esta combinação seja feita ao turno 5 (assumindo que o jogador tem a Coin) e, aliada à alteração feita ao Dark Pact, o jogador estará muito mais vulnerável a baralhos agressivos, um tipo de baralho contra os quais os arquétipos referidos eram particularmente bons.

Call to Arms

enUS_CalltoArms_HS_Body_LW_600x316.png

O Call to Arms era uma carta frequentemente vista num baralho denominado de Even Paladin. Este baralho utilizava apenas cartas de custo par e brilhava na presença de minions de custo relativamente baixo e era especialmente consistente, tanto em ranked play como na vertente competitiva. O Call to Arms era frequentemente um gamechanger e causava grandes mudanças no que toca ao controlo do campo de jogo. A introdução repentina de três minions de custo 2 tornava-a especialmente forte. Com a alteração para 5 de mana, esta carta perde qualquer viabilidade no arquétipo de Even Paladin e também não tem viabilidade na sua contra-parte, Odd Paladin, visto que apenas recrutaria minions de 1 de mana. Apesar de notoriamente mais fraca, é possível que continue a ver jogo em Murloc Paladin.

Crystal Core

enUS_CrystalCore_HS_Body_LW_600x309.png

O Crystal Core é a recompensa da quest de Rogue. A quest em si, já havia sido alterada anteriormente, activando apenas com 5 minions com o mesmo nome (antes: 4 minions). A mudança de 5/5 para 4/4 torna os minions modificados pelo spell lendário ligeiramente mais fracos. Com os seus stats a 5, os minions estariam fora do alcance da maioria dos board clear spells mas, com esta mudança para 4, poderemos ver uma ressurgência do abandonado Flamestrike de Mage, por exemplo, e dos baralhos mais focados no controlo do jogo desta mesma classe.

Estas foram as alterações feitas às cartas mais importantes dos baralhos mais jogados no Hearthstone em tempos recentes. Que achas das alterações? Que outras alterações deveriam ter sido feitas?

Lê as últimas novidades dos esports aqui.