Saltar ligações

Universidade de Ashland oferece bolsa pelo Fortnite

Por RTP Arena em

Muitas escolas americanas estão a banir o Fortnite das suas salas de aula mas a universidade de Ashland fez exactamente o oposto.

Esta faculdade americana deu a Devin Sharp, um rapaz de 22 anos do Kentucky, a oportunidade de dar o próximo passo na sua educação através do popularíssimo battle royale. O jovem, como seria de esperar, diz-se estar em choque dado ter-se candidatado à bolsa oferecida por esta universidade do Ohio às 4 da manhã e sem qualquer esperança. “Estou para lá de grato pela oportunidade e vou dar o meu melhor todos os dias para a aproveitar ao máximo. Cheguei à conclusão de que não há um tecto ou limite para o quão bom podes ser no jogo, o quão bem sucedido podes ser como streamer e estou ansioso para poder testar isso num futuro próximo em Ashland” disse o rapaz.

Resultado de imagem para ashland university

A Universidade de Ashland é a primeira a oferecer uma bolsa de estudos por a alguém que joga Fortnite. O treinador da Universidade, Joshua Buchanan disse que a popularidade do jogo foi um factor determinante para a sua escolha para este tipo de programa. “Acho que o Fortnite cativa mais grupos de jogadores do que qualquer outro jogo. Ele envolve, realmente, o núcleo duro de fãs de esports ao mesmo tempo que captiva o jogador casual e, ainda, o jogador mobile“.

Boa aposta ou não, certo é que a Universidade de Ashland ganhou popularidade com a bolsa que ofereceu a Devin Sharp e, certamente, caiu nas boas graças dos gamers e, especialmente, dos fãs de Fortnite.

Lê as últimas novidades dos esports aqui.